Controle do Stress e Depressão

O stress é a forma física e emocional de como o corpo reage à pressão, podendo ser identificado através sintomas mentais, físicos ou comportamentais. Os efeitos do stress são diferentes para cada pessoa, podendo inclusive ser proveniente de meios ambientais desgastantes e desequilibrados. Além do stress, este conjunto de situações do cotidiano poderão ainda, causar estados depressivos ou depressão.

A depressão por sua vez, é um desequilíbrio afetivo que atinge a humanidade desde suas origens, atingindo a autoestima e também sentimentos de inferioridade, tristeza e pessimismo combinados entre si e aparecendo com extrema frequência. Ela pode aparecer em diversas idades desde adolescentes até idosos, e por diversos motivos emocionais ou químicos não processados corretamente pelo cérebro.

De acordo com um levantamento realizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o estresse atinge cerca de 90% da população mundial. O cenário, ainda segundo a pesquisa, está associado ao desenvolvimento de uma série de doenças, como câncer, depressão, diabetes e hipertensão, entre outras. (OMS, março de 2018).

A OMS ainda considera que a depressão é um transtorno mental frequente e que em todo o mundo, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas de todas as idades sofram com esse transtorno.

Além disto:

  • A depressão é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e contribui de forma importante para a carga global de doenças;
  • Mulheres são mais afetadas que homens;
  • No pior dos casos, a depressão pode levar ao suicídio. Estima-se que cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano no mundo, sendo essa a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos;
  • Existem vários tratamentos eficazes: Medicamentosos, psicológicos e complementares, utilizando: Biorreguladores, oligoelementos, suplementação, acupuntura, fitoterapia, florais, etc.

Na depressão, a condição é diferente das flutuações usuais de humor decorrentes do stress temporário e das reações emocionais de curta duração aos desafios da vida cotidiana. Especialmente quando de longa duração e com intensidade moderada ou grave, a depressão pode se tornar uma crítica condição de saúde. Ela pode causar à pessoa afetada um grande sofrimento e disfunção no trabalho, na escola ou no meio familiar.

Um potencial avanço no reequilíbrio emocional pode ser alcançado através de terapias para harmonização dos aspectos cognitivos, comportamentais e fisiológicos, como a Biorregulação, que visa propiciar o desbloqueio dos desequilíbrios emocionais que trazem disfunções físicas, fazendo com que o indivíduo consiga alcançar uma melhor percepção da situação vivida e de suas demandas.

A biorregulação se utiliza dos preceitos de René Descartes, que após o século XVII adotou o conceito “corpo e alma”, lançando uma nova visão para avaliação holística do ser humano, bem como o pensamento tratado pela Medicina Tradicional Chinesa, Medicina Funcional Francesa e Medicina Germânica, que consideram as emoções como ponto de partida para o aparecimento de disfunções no organismo.

Assim, a visão tradicional unitária e integrada do homem no mundo, fragmentou-se, passando a ser vista em diferentes saberes e especialidades técnicas. O corpo humano ficou dividido em duas dimensões: uma biológica, biofísica ou bioquímica, e a outra psicossocial, englobando as dimensões antropológicas, sociais e psíquicas. Estas duas dimensões apresentam-se, atualmente, como irredutíveis uma à outra (Ávila, 2004).

Segundo Dulcetti Junior e Dulcetti (2001) para a Medicina Chinesa as emoções através do Shén regulam e centralizam outras funções psíquicas como imaginação, cognição, inteligência corporal, instinto de preservação e vontade, estando as emoções e essas funções relacionadas as entidades viscerais do corpo.

É possível perceber que existe uma inter-relação na Medicina Chinesa entre emoção, cognição, imaginação e instinto de preservação e vontade. E essas entidades estão presentes em diversas partes do corpo e não no cérebro segundo uma concepção hipocrática.

A medicina funcional francesa foi iniciada pelo professor Dr. Jacques Menetrier em 1932, medicina atualmente muito utilizada pela Europa, principalmente na França. Esta medicina aborda o emprego de metais e minerais em pequenas doses, que suscitam no organismo muitas funções bioquímicas e principalmente biofísicas.

Assim os produtos elaborados pelo laboratório DNS são compostos através da metodologia de Diáteses do Dr. Jacques Menetrier, que consiste em unir traços sutis de minerais e metais e impregnar frequências (mensagens), florais e associações de modo a ampliar a biorreceptividade dos nutrientes pelo organismo.

O criador da Nova Medicina Germânica foi o médico alemão Dr. Hamer. As pesquisas de Dr. Hamer foram admiráveis, ele descobriu que a origem da doença está no cérebro e este realiza o papel de mediador entre nossas emoções e um órgão doente. Segundo o médico, quando sofremos um stress inesperado, como uma separação imprevista, preocupações, perda de um ente querido ou raiva súbita, o nosso cérebro aciona um programa de emergência biológica como resposta para o impacto dos conflitos experimentados. Dr. Hamer afirmou que no momento exato do conflito, ocorrem impactos de choque em uma área específica do cérebro causando uma lesão, que é visível em uma varredura do cérebro como um conjunto de anéis. A resposta do órgão vai depender do conteúdo do conflito vivido, como um tumor, por exemplo.

Como coadjuvantes neste processo de reequilíbrio energético emocional a DNS Elementos Ativos pensou em ativos como o selênio, magnésio, florais e impregnação de frequência vibracional de Lítio, presentes no produto Alegrevit da linha Cátions.

Neste mesmo caminho para a solução do stress e da depressão uma combinação de Vitaminas B1 e B12 pode ser muito eficaz. A Tiamina (vitamina B1) entra na formação de ATP (trifosfato de adenosina), uma molécula que todas as células do corpo usam como fonte energética. as vitaminas do complexo B contribuem para um fígado saudável, e ainda beneficia os olhos, pele e cabelos. Elas também estão envolvidas no bom funcionamento do sistema nervoso e são necessárias para a função cerebral. A tiamina fortalece o sistema imunológico e melhora a capacidade do organismo de resistir a condições estressantes. A Vitamina B12 (cobalamina) produz uma camada protetora no cérebro permitindo uma diminuição da irritabilidade.

O produto  Fator H PSE (PsicoEstimulante), é suplemento nutricional composto pelas Vitaminas: B1, B12, os oligoelementos Al, CuAuAg, Magnésio, Fosforo e as frequências de Cérebro e Hipotálamo, que quando combinados tem ação eficaz nas terapias de harmonização energética voltadas para a depressão, angústia, agitação, conflitos emocionais, readaptação, incapacidade de concentração, diminuição da memória e casos de diminuição da sexualidade.

Para ampliar a oxigenação cerebral e proporcionar relaxamento do corpo, o pool de aminoácidos Fator H Power – Memória e Bom Humor é combinado com impregnação de frequência vibracional de: Cérebro, Placenta, Hipófise, Suprarrenal, Hipotálamo, Tireoide, Medula Espinhal, Fígado e Colágeno, combinados tecnologicamente visando harmonizar o Ser interior, resgatando e estimulando sensações de alegria, esperança, autoconfiança, coragem, força, paciência e memória. Revigorando o sistema nervoso, este suplemento auxilia no relaxamento muscular e no equilíbrio neuropsíquico. Útil para controlar a agitação e a tensão nervosa, bem como quadros de ansiedade, insônia, irritabilidade e as perturbações gástricas e dores de fundo nervoso.

Uma vez penetrados na corrente sanguínea, os aminoácidos são rapidamente transportados através do corpo. Um pequeno número deles é utilizado imediatamente, dependendo das necessidades dos vários tecidos nessa ocasião. Num intervalo de tempo equivalente a 10 minutos, todos os aminoácidos são usados na síntese de proteína ou são armazenados.

Além dos produtos citados como coadjuvantes no processo de reequilíbrio emocional relativo ao stress e a depressão, recomendamos incluir na rotina diária atividades que promovam o relaxamento como atividade física ao ar livre, meditação, yoga, terapias holísticas, melhoria dos hábitos alimentares entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *