3 formas de controlar a ansiedade sem remédios

3 formas de controlar a ansiedade sem remédios

Com a rotina cada vez mais agitada que enfrentamos em nossas vidas, a ansiedade passou a ser um termo comum. O que antes era uma emoção normal do ser humano, que acontecia pontualmente diante de situações desafiadoras, hoje ganhou uma nova relação com o estresse e passou a ser frequente, ao ponto de se transformar em uma doença que merece atenção por parte do paciente. Se você tem esse tipo de diagnóstico ou acha que está passando por uma crise, saiba que existem formas de controlar a ansiedade sem remédios. Assim, você poderá voltar a ter dias mais tranquilos e equilibrados sem recorrer aos medicamentos.

O que é ansiedade?

Mas antes de conhecermos 3 formas de controlar a ansiedade sem remédios, é importante entender o que é significa esse termo. A ansiedade é uma emoção que todos os seres humanos tem diante da expectativa de algum acontecimento. Por exemplo, se você tem uma viagem no final de semana, possivelmente vai sentir uma leve ansiedade pela espera. Entretanto, a emoção em excesso se transforma em um problema, chamado distúrbio da ansiedade, que faz com que o paciente sinta preocupação e medo de forma extrema. Então, no nosso exemplo, além da expectativa da viagem, esse paciente teria dificuldade em focar em outros temas porque só conseguem pensar no final de semana, de uma forma não saudável, gerando uma grande preocupação diante de um fato que, normalmente, não receberia tanta atenção.

Além disso, a ansiedade tem relação direta com o medo. Isso porque, a ansiedade e a preocupação andam juntas, e a preocupação é um elemento do medo. Ou seja, o paciente tem medo de que algo não saia da forma que ele estava esperando. É importante termos em mente que todas essas emoções foram e são importantes para a evolução humana, especialmente no aspecto sobrevivência. Porém, o distúrbio de ansiedade gera medos e preocupações onde nem sempre é necessário. Se a ansiedade não for tratada, o paciente pode desenvolver a ansiedade crônica, aumentando o sentimento de estresse e afetando ainda mais a saúde, com picos de cortisol no sistema, aceleração de batimentos cardíacos, diminuição da atividade do intestino, entre outros.

sintomas-da-ansiedade

Sintomas da Ansiedade

A melhor forma de descobrir se você está passando por um distúrbio de ansiedade é procurando um médico psiquiatra ou um psicólogo. São esses profissionais que poderão fazer uma análise completa do seu caso para dar um diagnóstico certeiro. Entretanto, a ansiedade pode causar alguns sintomas, mentais e físicos, que atrapalham a rotina e o rendimento do paciente. Você pode checar alguns deles à seguir, e ao se identificar, procurar um especialista.

São sintomas da ansiedade: tensão, nervosismo, sensação constante de que algo ruim está para acontecer, problemas em manter o foco, medo, preocupação exagerada, insônia, irritabilidade, dor no peito, sensação de falta de ar, sudorese, tremores no corpo, boca seca, sensação de cansaço, náusea, dor de barriga, tensão muscular. Você tem um ou mais desses sintomas? Então, é possível que esteja passando por um quadro de ansiedade e precisa procurar formas de tratamento.

3 formas de controlar a ansiedade sem medicamento

Um dos métodos de tratamento da ansiedade mais conhecido é o uso de medicamento, que deve ser receitado pelo seu médico de confiança. Porém, é possível controlar a ansiedade de outras formas, especialmente observando a rotina e fazendo mudanças inteligentes, que podem trazer mais qualidade de vida para o paciente. Dar mais atenção para suas atividades diárias pode te ajudar a identificar quais são os gatilhos que geram as crises de ansiedade, e assim, trabalhar para evita-los. Uma alimentação equilibrada, prática de meditação e uma boa noite de sono são formas que ajudam no controle da ansiedade sem o uso de medicamentos controlados. Além disso, são coadjuvantes do processo o uso de florais e suplemento alimentares com um toque quântico, que são eficazes tanto a nível emocional como física.

Como você está se alimentando?

A velha máxima de que “você é o que você come” continua verdadeira. A alimentação tem um importante poder sobre a nossa saúde. Fique de olho no que você está ingerindo, aumentando frutas e verduras na dieta, e diminuindo os alimentos que você tenha alguma intolerância. Consumir alimentos que temos intolerância pode gerar fadiga, uma vez que o estomago fica muito inchado, afetando também o cérebro. Além disso, em situações de ansiedade evite consumir café e açúcar, pois eles são estimulantes e podem fazer a sensação de preocupação aumentar ainda mais.

Outro aspecto importante é verificar se você está ingerindo as vitaminas que seu corpo necessita. A falta de algumas vitaminas afetam nossa saúde física e mental e os suplementos vitamínicos não são considerados remédios. Existem versões em gel que nem sequer exigem a ingestão, mas sim, são aplicados na pele como um creme. É o caso do PSE (Psicoestimulante) Gel, ideal para equilibrar a energia interna, que conta com as vitaminas (B1, B12) e Oligoelementos (Al, CuAuAg, Magnésio, Fosforo). praticar meditação

Meditação

Você já deve ter lido ou ouvido falar sobre os benefícios da Meditação. E sim, a prática milenar tem efeitos comprovados e tem conquistado cada vez mais adeptos. A Meditação é capaz de reduzir o estresse, já que faz com que o paciente se desconecte do mundo exterior e preste atenção somente no interior. Entretanto, é uma prática que exige paciência para que os primeiros sinais de evolução sejam percebidos.

Em situações de crise de ansiedade, uma dica é ir para um lugar mais silencioso e tirar alguns minutos para meditar. De fato, se você respirar profundamente por algumas vezes, focando somente no movimento da respiração (que é um dos princípios da meditação), conseguirá se tranquilizar automaticamente. Você também pode instalar aplicativos de meditação no seu celular ou acompanhar vídeos pelo YouTube para te ajudar nos primeiros passos.

Sono de Qualidade

Sono de qualidade

Um dos sintomas mais comuns para os pacientes com distúrbio de ansiedade é a insônia. Todos sabemos o quanto uma boa noite de sono faz diferença em nossa rotina. Em um ciclo vicioso, o paciente não consegue dormir porque está ansioso, e não deixa de ter ansiedade porque não consegue dormir.

Para ter uma boa noite de sono, você pode começar a se preparar com mais antecedência. Você pode, por exemplo, fazer uma meditação antes de ir se deitar. Além disso, a prática de exercício físico durante o dia pode deixar o corpo “cansado” para que o sono chegue mais rápido. Outra dica é utilizar um oligofloral, que não é um remédio já que é totalmente natural, mas serve para equilibrar as funções internas do corpo e da mente. O Cátion Rb e o Cátion Alegrevit são dois oligoflorais que podem ajudar a diminuir a ansiedade ao restaurar as emoções.

 

Existe a cura da ansiedade?

Com a ajuda de tratamentos corretos é possível se recuperar de crises de ansiedade. A maioria dos pacientes começa a se sentir melhor já nas primeiras semanas, retomando suas atividades normalmente. Porém, é muito importante que, ao identificar quadros mais graves, você procure um especialista para que juntos possam decidir qual será o tratamento ideal para o seu caso. Aprender a conviver com a doença é muito importante e fará toda a diferença para ter mais qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *