Gripes e resfriados: como prevenir

Gripes e resfriados_ como prevenir

É só o clima mudar e o inverno dar seus primeiros sinais para que os sintomas de gripe e resfriado comecem a aparecer em nossas vidas. Por mais que o corpo leve somente alguns dias para uma recuperação completa do vírus, o cansaço, o sono e o nariz entupido são verdadeiros desafios para uma rotina normal, impactando diretamente na forma como você realiza suas atividades. Se passar por essa doença é desagradável, a melhor solução é a prevenção. A grande questão que fica é: gripes e resfriados, como prevenir?

O que causa as gripes e os resfriados?

É praticamente impossível conhecer alguém que nunca passou por uma gripe ou um resfriado. A presença de nariz escorrendo, tosses e espirros costuma ser usual para muita gente, independentemente na estação do ano. Apesar de serem doenças comuns e muito semelhantes, elas contam com algumas diferenças, tanto na sua apresentação quanto nas causas.

O resfriado, por exemplo, é muito mais leve e costuma durar menos tempo no organismo. A causa do resfriado mais comum é o rinovírus, e entre os sintomas temos o nariz entupido, tosse, coriza e cansaço. Já a gripe, é mais forte, tendo como causa o vírus influenza. Seus sintomas contam com os mesmos elementos do resfriado, além de febre, dores musculares, dores de cabeça e tosse seca. Na prática, isso significa que a gripe vai exigir mais do seu corpo para uma boa recuperação, enquanto o resfriado vai ser mais ameno e mais curto.

Assim, o que causa a gripe e o resfriado são vírus, ainda que sejam diferentes. A transmissão acontece quando respiramos partículas dos vírus, como quando alguém com gripe espirra próximo a você. Outra forma de transmissão é encostar em um objeto infectado e levar a mão ao nariz, boca ou olhos. Por isso, pegar a doença é tão fácil, e quanto mais as pessoas ao se redor contraem o vírus, mais chances você tem de pegar também.

gripes e resfriados como prevenir

Gripes e resfriados: como prevenir

Acredite, é possível sobreviver à um inverno ou a mudanças na temperatura sem pegar uma gripe ou resfriado. É claro que tudo depende da prevenção, mas alguns passos simples podem ser fundamentais para manter a saúde em dia. Confira a seguir uma série de dicas para evitar essas doenças:

Vacina para gripe

A vacina da gripe é uma prevenção oferecida pelo Governo nos postos de saúde ou por laboratórios em clínicas particulares. No sistema público, a preferência é para gestantes, crianças, professores e profissionais da saúde, mas em muitas localidades, após certo período, a vacina da gripe é liberada para todos. Já no particular, qualquer pessoa pagante pode toma-la. Importante lembrar que essa vacina só previne os vírus Influenza, ou seja, não oferece imunização para resfriados.

Muita gente garante que ficou doente após tomar a vacina para a gripe, mas isso não passa de uma coincidência. Isso porque, como boa parte das vacinas de outras doenças, ela é feita de vírus inativados e não transmite a doença, mas faz com que o seu corpo reconheça e libere anticorpos caso você pegue o vírus de outra forma. A coincidência acontece porque, na época em que as vacinas são liberadas, existe uma alta na circulação dos vírus respiratórios – e as pessoas acabam relacionando a vacina à doença.

higienização

Higienização

Como apresentamos anteriormente, uma das formas de pegar gripe ou resfriado é pelo tato, ao encostarmos em áreas contaminadas e levar as mãos aos olhos, boca ou nariz. Por isso, ao passar por lugares públicos, como ônibus, metrôs ou prédios com escadas e corrimão, lembre-se de lavar as mãos após o toque. Uma outra boa dica é levar com você álcool gel, para momentos em que você não terá a oportunidade de lavar as mãos tão rapidamente.

Ventilação

O inverno é uma estação do ano em que os índices de gripes e resfriados aumentam porque o frio faz com que as pessoas mantenham os espaços fechados. Certamente, você já entrou em um ônibus em que todas as janelas estavam fechadas, seja pelo frio ou pela chuva. O grande problema disso é que ambientes sem ventilação propagam o vírus influenza e o rinovírus com mais facilidade. Ou seja, chegou em um lugar com janelas fechadas? Abra pelo menos uma!

Reforce sua imunidade

Se você está com a saúde em dia, é mais difícil ter a imunidade baixa, e consequente, pegar uma gripe. Para ter uma boa imunidade, é importante a combinação de vários elementos, como uma alimentação balanceada, ingestão de muito líquido e a prática de atividades físicas.

Você também pode fazer uma suplementação vitamínica, focando em B1, B2, B3, B6 e Zinco, por exemplo. A imunidade baixa pode ser um sinal de poucas vitaminas no corpo, e suplementos minerais como Himunatt podem ser uma boa solução, já que além de contar com vitaminas em sua composição, possui diferentes minerais, dando um bom reforço para sua imunidade. Além disso, a Dns também possui a essência vibracional floral CuAuAg da Linha Cátions, que tem ação rápida na prevenção e tratamento da gripe.

 

Observe os sintomas

Sabe aquela mensagem em propagandas de medicamentos que fala “ao persistirem os sintomas o médico deve ser consultado”? Pois é, isso é uma ótima dica de prevenção! A gripe e o resfriado costumam ter como sintomas febre, dor de cabeça, tosse e dor de garganta. Muitos remédios prometem o alívio dos sintomas, mas esses são sinais que o corpo manda para avisar que algo não está funcionando da forma correta. Então, caso tenha sintomas, procure um médico. Ele é o profissional mais adequado para avaliar qual o seu quadro e a gravidade dele.

Transmissão da gripe e resfriados

E claro, não custa nada lembrar que quem está com gripe também pode tomar algumas atitudes para evitar a propagação do vírus. Alguns exemplos são não ter contato próximo com outras pessoas, ingerir muito líquido (mais do que você costuma tomar), lavar bastante as mãos, cobrir o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, utilizar lenços de papel e não frequentar espaços fechados e mal ventilados.

Lembre-se que a gripe e o resfriado têm um ciclo, e quanto mais saudável você for em seus hábitos, mais rápido será esse processo. Uma dica extra? Aproveite essa fase para descansar e se recuperar totalmente para voltar à rotina normal! (Vale até ver filmes e séries para ajudar na recuperação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *